Antes da Jornada eu vivia totalmente no automático, nunca estava presente, não sabia olhar pra dentro e perceber como eu me sentia, não tinha ideia nenhuma de como fazer para lidar com meus sentimentos e emoções. Hoje, consigo estar mais presente nas atividades do dia a dia, consigo prestar atenção nos meus sentimentos e pensamentos. Consigo identificar os momentos que eu vou me sabotar e então retomo o controle!
— participante da 1ª temporada de 2018